Normal view MARC view

A Gestão de pessoas no Brasil: virtudes e pecados capitais

Author: Tanure, Betania ; Evans, Paul ; Pucik, VladimirINSEAD Area: Organisational BehaviourPublisher: Elsevier, 2007. ; Editora Campus, 2007.Language: PortugueseDescription: 210 p. ; 24 cm.ISBN: 8535216863Type of document: INSEAD BookBibliography/Index: Includes bibliographical referencesAbstract: This book captures the ambiguities of people and human resource management in Brazil, and the gap between the rhetoric and the realities. It builds on earlier frameworks and work by Paul Evans and Vladimir Pucik, leading to interviews with top Brazilian CEOs and HR directors as well as a survey of 374 companies (designed in collaboration with Paul Evans but conducted by Betania Tanure at Fundação dom Cabral). The seven chapters portray, respectively, the Brazilian scene Books regarding the management of people, in comparison with other countries; the stages in HRM that enterprises go through; people management aspects of alliances and MandA; the cultural, team and individual challenges around performance management; developing leadership capabilities; and frameworks around the internationalization of Brazilian enterprises. Speeches at the book release ceremony in Brazil on November 27th 2006 were given by the Brazilian Minister for Development, Industry and External Trade, and by the CEOs of Natura Cosmetics, Brasilprev, ABN AMRO Real, Braskem and Alpargatas.
Tags: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
Item type Current location Collection Call number Status Date due Barcode Item holds
INSEAD Book Europe Campus
Archives
Print HD6957.32 .B73 T36 2007
(Browse shelf)
001223068
Available 001223068
INSEAD Book Europe Campus
Archives
Print HD6957.32 .B73 T36 2007
(Browse shelf)
001226483
Available 001226483
Total holds: 0

Includes bibliographical references

This book captures the ambiguities of people and human resource management in Brazil, and the gap between the rhetoric and the realities. It builds on earlier frameworks and work by Paul Evans and Vladimir Pucik, leading to interviews with top Brazilian CEOs and HR directors as well as a survey of 374 companies (designed in collaboration with Paul Evans but conducted by Betania Tanure at Fundação dom Cabral). The seven chapters portray, respectively, the Brazilian scene Books regarding the management of people, in comparison with other countries; the stages in HRM that enterprises go through; people management aspects of alliances and MandA; the cultural, team and individual challenges around performance management; developing leadership capabilities; and frameworks around the internationalization of Brazilian enterprises. Speeches at the book release ceremony in Brazil on November 27th 2006 were given by the Brazilian Minister for Development, Industry and External Trade, and by the CEOs of Natura Cosmetics, Brasilprev, ABN AMRO Real, Braskem and Alpargatas.

Digitized

A Gestão De Pessoas No Brasil Virtudes e Pecados Capitais Sumário Apresentação CAPÍTULO 1 Gestão v de recursos humanos e cultura brasileira: uma perspectiva integradora DIFERENÇAS CULTURAIS: ADAPTAR-SE OU NÃO? A abordagem convergente (universalista) A abordagem divergente (relativista) A divergência convergente: mais integradora CONHECER O LUGAR ONDE SE ESTÁ: A PERSPECTIVA INSTITUCIONAL CULTURA BRASILEIRA E GESTÃO PRINCIPAIS PILARES DA CULTURA BRASILEIRA O poder As relações Flexibilidade AS FORÇAS EXTERNAS E A CULTURA ORGANIZACIONAL A INFLUÊNCIA DA CULTURA NA MODELAGEM DA FUNÇÃO RECURSOS HUMANOS O debate europeu sobre o modelo norte-americano de GRH Os vários conceitos sobre GRH "PARA VIAGEM" Notas 1 1 2 3 4 6 6 7 7 10 12 13 14 14 14 17 17 x A Gestão de Pessoas no Brasil ELSEVIER CAPÍTULO 2 As quatro faces da gestão de recursos humanos AS QUATRO FACES (OU ETAPAS) DA GRH EXECUÇÃO Os dois grandes grupos de empresas A sedução das modernas ferramentas CONSTRUÇÃO: CONCENTRANDO-SE NOS FUNDAMENTOS A importância da consistência Três versões do modelo de construção A abordagem do alto desempenho Como o construtor pode transformar-se em zelador REALINHAMENTO: FOCALIZANDO A MUDANÇA ESTRATÉGICA Evolução da estratégia na gestão estratégica dos recursos humanos Elementos do realinhamento estratégico Precondições para a parceria de mudança Gerenciando o realinhamento Os perigos da fixação em mudanças DIREÇÃO: FOCALIZANDO AS DUALIDADES A natureza paradoxal da eficiência organizacional Centralização e descentralização: o pêndulo não é estático O fracasso do sucesso: alavancagem versus desenvolvimento de recursos Dualidade e longevidade organizacional Administrando o contexto A CULTURA BRASILEIRA PODE CONTRIBUIR NA GRH "PARA VIAGEM" Notas 19 20 22 22 22 23 25 26 28 30 31 32 34 34 35 37 38 39 42 43 44 46 47 49 50 CAPÍTULO 3 Administrando pessoas e cultura: alianças, joint ventures e parcerias OS QUÊS E OS PORQUÊS DAS "ALIANÇAS" Por que se formam "alianças"? Tipos e natureza das alianças A melhor aliança O que importa é o processo, não a transação 51 52 52 55 57 58 ELSEVIER Sumário xi PLANEJANDO E NEGOCIANDO ALIANÇAS O papel dos recursos humanos no desenvolvimento da estratégia inicial Preparando-se para negociar Enfrentando os desafios principais da negociação IMPLEMENTANDO AS ALIANÇAS Administrando as interfaces com a empresa-mãe As tarefas da área de RH na gestão da joint venture APOIANDO A APRENDIZAGEM NA ALIANÇA Obstáculos para a aprendizagem na aliança Os fundamentos dos recursos humanos para a aprendizagem efetiva O PAPEL EVOLUTIVO DAS ALIANÇAS Aprendendo a administrar os limites das redes de comunicação As alianças como campo de treinamento para o transnacionalismo "PARA VIAGEM" Notas CAPÍTULO 4 Modelando 59 59 62 64 65 66 66 71 72 75 78 78 79 80 81 fusões e aquisições 83 83 83 85 85 88 90 90 91 92 93 95 97 98 99 100 O FENÔMENO DAS FUSÕES E AQUISIÇÕES Impulsores negociais das FandA "Aliança" ou aquisição? Observando a experiência em FandA Estruturas adequadas para uma reflexão sobre as FandA QUESTÕES ESSENCIAIS PARA A GRH EM FUSÕES E AQUISIÇÕES Quando a área de RH deve estar envolvida no processo de aquisição? AQUISIÇÕES: DO PLANEJAMENTO À CONCLUSÃO PLANEJANDO AS AQUISIÇÕES: A PERSPECTIVA DA GRH A arte da due diligence Due diligence da cultura Due diligence do capital humano Concluindo a transação O processo de integração no período pós-aquisição Reconhecendo e gerenciando a síndrome da aquisição xii A Gestão de Pessoas no Brasil ELSEVIER O PAPEL DO GESTOR DE INTEGRAÇÃO Responsabilidades da equipe de transição Enfocando os desafios relacionados às pessoas Retenção de talentos Aprendendo com as aquisições MEDINDO O SUCESSO DAS FandA As formas de abordar as aquisições variam de acordo com as culturas nacionais? 103 104 105 105 106 107 108 AS AQUISIÇÕES COMO COMPETÊNCIA ORGANIZACIONAL 109 "PARA VIAGEM" Notas CAPÍTULO 5 Agenda 110 111 113 113 da GRH: indivíduo, equipe e cultura DA COORDENAÇÃO HORIZONTAL À HIERÁRQUICA COORDENAR MECANISMOS: USANDO A "AGLUTINAÇÃO ORGANIZACIONAL" Lições sobre a gestão de equipes CLAREZA DE PROPÓSITOS E DOS RESULTADOS TANGÍVEIS A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DE EQUIPES SEQÜENCIANDO OS PROJETOS COMPLEXOS GERENCIANDO OS CONFLITOS AVALIANDO E RECOMPENSANDO O TRABALHO DE EQUIPE PROMOVENDO A APRENDIZAGEM E O FEEDBACK Grupos condutores entre áreas Compartilhando as melhores práticas e o know-how Ativando o compartilhamento de conhecimento Gestão do processo global GESTÃO DE DESEMPENHO A dimensão upstream (exploração e produção) A dimensão downstream FAZENDO A LIGAÇÃO ENTRE A AVALIAÇÃO E AS RECOMPENSAS CULTURA ORGANIZACIONAL: INTEGRAÇÃO NORMATIVA E GESTÃO DA COESÃO Ampliando o uso do processo de socialização 114 115 115 116 117 118 118 120 120 122 122 124 127 128 130 132 134 134 ELSEVIER Sumário xiii A fragilidade das culturas fortes A fragilidade das culturas fracas TRANSFORME TUDO EM MATRIZES - EXCETO A ESTRUTURA "PARA VIAGEM" Notas CAPÍTULO 6 Desenvolvendo 135 136 136 137 139 141 142 142 líderes QUESTÕES GENÉRICAS RELACIONADAS AO DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS Como é feito o desenvolvimento de pessoas? OS QUATRO TIPOS DE LÓGICA ORGANIZACIONAL QUE ORIENTAM O DESENVOLVIMENTO DE TALENTOS 144 A lógica baseada em pesquisa 145 A lógica baseada em estratégia 146 A lógica baseada em valores 147 A lógica baseada em aprendizagem 148 QUESTÕES GENÉRICAS RELATIVAS AO DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇAS O que é liderança? Desenvolvendo líderes para competir internacionalmente O melhor jogador não é, necessariamente, o melhor treinador Por que o desenvolvimento de lideranças precisa ser um processo rigoroso IDENTIFICANDO E DESENVOLVENDO OS TALENTOS POTENCIAIS PARA A LIDERANÇA Abordagem da corte de elite Abordagem da elite política Abordagem funcional A abordagem multinacional A abordagem múltipla REVISÕES: UM MECANISMO IMPORTANTE PARA O DESENVOLVIMENTO DE LÍDERES 150 150 151 151 152 153 154 155 156 157 159 159 GERENCIANDO A ESTRUTURA DE DESENVOLVIMENTO DA CORPORAÇÃO 160 O DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇAS DE MENTALIDADE GLOBAL 161 xiv A Gestão de Pessoas no Brasil ELSEVIER Mas o que é mesmo mentalidade global? Transferências e missões internacionais Treinando para criar uma mentalidade global Há um lado "sombra" na mentalidade global? Alterando o paradigma da globalização "PARA VIAGEM" Notas CAPÍTULO 7 Gestão 161 163 165 166 167 167 168 de recursos humanos em empresas internacionais EXPLORANDO A INTEGRAÇÃO GLOBAL Vantagens comerciais da integração global Fatores hard x soft da integração global Instrumentos para a integração global Implementando a integração global EXPATRIAÇÃO: A ESSÊNCIA DA INTEGRAÇÃO GLOBAL Um pouco da história dessa prática Os motivos que levam à expatriação A estratégia de internacionalização e o perfil do expatriado Administrando as transferências internacionais PREPARANDO A FAMÍLIA As tensões no ciclo de expatriação Mulheres expatriadas Considerações sobre carreiras paralelas A natureza mutante das designações internacionais OS LIMITES DA INTEGRAÇÃO GLOBAL Vantagens negociais da responsividade Localização da gestão de pessoas Aprendendo com os amigos no estrangeiro Modas e modismos globais REAGINDO À DIVERSIDADE Práticas de GRH: serão elas realmente estratégicas? Capitalizar a diversidade Construindo uma sinergia cultural "PARA VIAGEM" Notas 169 169 169 170 170 172 175 175 176 177 179 184 187 188 188 189 192 193 193 194 194 195 196 196 197 197 198 Bibliografia 201

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.
Koha 18.11 - INSEAD Catalogue
Home | Contact Us | What's Koha?